Você sabe o que são olhos de turista?

Estive recentemente na Chapada dos Veadeiros, e, à propósito, se você tiver a oportunidade de conhecer, não deixe de fazê-lo – e numa das caminhadas, estávamos passando por um campo de flores que pareciam estrelas caídas do céu…o guia passou sem parar, meus filhos também não deram bola, mas eu parei para fotografar e pude ver na expressão do guia, algo como “por que ela está fotografando essa flor sem graça?”. Naquele instante, meu marido percebeu e comentou sobre algo que realmente é essencial. O comentário dele foi mais ou menos assim: “A gente deixa de olhar para as coisas pequenas, porque nos acostumamos com elas, devíamos sempre olhar para tudo com olhos de turista.”

E isso é um fato! Depois eu fui perguntar para ele sobre isso, e ele me disse que havia lido em algum lugar, mas não se lembrava onde…e eu procurei, mas AINDA não encontrei.

Mas, isso realmente é muito verdadeiro.

Como um turista olha para qualquer coisa? Com encanto, com júbilo, procurando detalhes, com ânsia de captar tudo que o que está vendo pode oferecer e assim, armazenar com carinho cada lembrança. Esses são os olhos de turista.

E nós fazemos isso no nosso dia a dia? Muitas vezes, nem lembramos como chegamos até um lugar! Esquecemos o que comemos no dia anterior! Perguntamos o nome para uma pessoa em um instante e no próximo já esquecemos!

Mas, o ponto principal é que se olhássemos com esses olhos de turista para tudo a nossa volta teríamos muito a ganhar, olha só:

  • Ampliaríamos a nossa percepção da beleza, dando valor para pequenas coisas que vivemos no nosso dia e nem percebemos o quanto são importantes;
  • Como uma consequência à anterior, estaríamos muito mais presentes no nosso dia e no que estamos fazendo. Estando mais presente, a nossa noção relativa de tempo aumenta, quer dizer, vivemos mais o momento e temos a sensação de que o tempo demora mais para passar;
  •  Veríamos tudo com mais vitalidade, estímulo, como se estivéssemos mesmo vendo algo novo. E muitas vezes estaremos mesmo, porque como disse acima, nem percebemos o que vemos no caminho.

Por isso, que muitas pessoas gostam de andar a pé ao invés de carro, porque isso lhes dá esta oportunidade de observar o que há ao redor, com cuidado, atenção, com olhos de turista.

Ah! E porque isso tudo seria bom para mim? Porque amplia a sua capacidade de concentração, porque aumentam as emoções positivas em sua vida e isso gera mais felicidade, porque aumenta a qualidade de tudo o que você faz, a partir do momento que você está mais presente no momento, e com isso melhora a sua performance, porque você começará a desenvolver a habilidade de ser observadora, atenciosa, entre outras. Isso, só para começar!

E, além disso, tem muita, muita relação com contentamento, mas isso já é assunto para outro post! Eu gravei um vídeo falando sobre contentamento, então, se você é como eu que quer ir descobrindo cada vez mais, e ir se aprofundando,  para assistir ao vídeo clique aqui!

Baixe o GUIA DEFINITIVO DE MEDITAÇÃO

e encontre o método perfeito para você, SEM

que você precise sair de casa ou ter muito

tempo para praticar (apenas 7 minutos por dia!)

meditação, como meditar, mais concentração, mais foco, mais produtividade, como aprender a meditar, onde meditar

Faça a sua escolha e inclua a meditação de vez em sua vida!

Compartilhe Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on StumbleUponEmail this to someone