emoções positivas, escolhas, eu amanhã, qualidade de vida, alta eprformance, lei da atração

Emoções positivas proporcionam melhores escolhas!

Mais do que vivenciar emoções positivas como gratidão, alegria, contentamento, amor pelo simples prazer de usufruir, as emoções positivas atuam em nossa mente como um poderoso catalisador da felicidade e funciona como um motor para a conquista de realizações. E tem mais ainda.

Quando vivemos um período bom em nossas vidas, damos pouca atenção à essas emoções. Na verdade, os momentos que mais precisamos das emoções positivas são aqueles em que nos sentimos mais baixo astral, pessimistas, negativistas, desanimados. Como sentir algo bom quando tudo parece estar ruim?

Imagino que quando você leu isso provavelmente se lembrou de alguma situação e concordou comigo, não?

Fingir não vai resolver, porque forçar ou fingir uma emoção positiva pode até fazer com que nos sintamos ainda pior. Até porque uma emoção negativa pode ser um sinal de que algo precisa ser resolvido naquele setor. Portanto, é preciso estar atento a isso. Quando surgir uma emoção negativa, primeiro de tudo, procure entender a razão e vá se perguntando por que, passando por camadas mais profundas da emoção, até chegar à causa.

Compreender o que está por trás das emoções requer autoconsciência. E quando temos consciência do que as provoca, podemos ser mais complacentes conosco mesmos e nos permitir viver emoções positivas verdadeiras. E, principalmente, entender que se trata de uma situação de momento e não definitiva em nossa vida. Se agirmos assim, com compaixão para conosco, não permitimos que a autoconsciência nos leve para um caminho muito duro, que é o da autocrítica elevada, que gera entre outros sentimentos ruins, culpa, pois isso pode, aí sim, nos paralisar ao invés de promover mudanças ou a troca por emoções positivas.

Bom. Ok. Você já entendeu o que deve ser feito quando estiver vivendo uma emoção negativa. Mas, como gerar ou substituí-las por uma emoção positiva?

É como disse acima. Não adianta fingir e não adianta ignorar. Mas, podemos provocar em momentos diversos do nosso dia algumas emoções e afirmações positivas, para contrabalançar as negativas.

Que tal experimentar essas práticas?

  • Pratique gratidão – ao final de cada dia, lembre-se de 3 coisas que aconteceram no seu dia pelas quais você é grato;
  • Lembre-se dos seus amigos do peito – escreva sobre eles: por que são seus amigos? O que você aprecia neles? O que eles já fizeram por você? E você por eles? Lembre-se de momentos de alegria que viveu com cada um;
  • Estabeleça uma meta por dia – escolha algo que precisa ser realizado no próximo dia sem falta, apenas uma coisa, algo que seja importante para você e que vai contribuir para o seu objetivo final e realize-o. Aproveite a sensação de concretização que vem do cumprimento de metas.
  • Faça o bem – lembre-se de algo que pode fazer para ajudar alguém, sem outras intenções, apenas para se doar um pouco, em prol do outro, e realize!
  • Brinque! – lembre-se de algo que você gosta e não faz há algum tempo, reserve um horário e faça!
  • Explore! – pense em alguma coisa que você gostaria de conhecer ou de aprender, e ponha em prática.
  • Saborei pequenos momentos da vida – alegre-se com uma boa música, sinta o contentamento ao saborear um alimento que gosta, etc..
  • Tenha orgulho de suas realizações – traga à sua mente uma realização, algo que tem orgulho de ter feito, deixe-se invadir por esta emoção.

 

Quando vivenciamos mais emoções positivas do que negativas estamos sendo estimulados a usar mais nosso potencial, temos motivação para realizarmos mais, promovemos a criação de competências através do aprendizado experimental e o conhecimento adquirido torna-se um recurso durável.

Vivenciar emoções positivas como amor e contentamento, contribui para o desenvolvimento de um senso mais refinado e apurado de nós mesmos e de nossas prioridades, além de acionar uma região específica do nosso cérebro, o córtex pré- frontal responsável por diferenciar pensamentos conflitantes, consequências futuras de atividades correntes, trabalho em relação a uma meta definida, previsão de fatos, expectativas baseadas em ações, e controle social, tornando possível a construção de um leque mais amplo de opções de recursos, possibilidades para novas soluções e alternativas para resolver uma situação de forma diferente, ao contrário das emoções negativas que acionam o sistema límbico e reduzem desta forma a visualização de nossas possibilidades de escolhas.

Use isso a seu favor para auxiliar na mudança que quer promover!

Baixe o GUIA DEFINITIVO DE MEDITAÇÃO

e encontre o método perfeito para você, SEM

que você precise sair de casa ou ter muito

tempo para praticar (apenas 7 minutos por dia!)

meditação, como meditar, mais concentração, mais foco, mais produtividade, como aprender a meditar, onde meditar

Faça a sua escolha e inclua a meditação de vez em sua vida!