Stress. Aprenda a lidar e ser mais feliz!

stress, estresse, como diminuir o stress, alta performance, qualidade de vida, bem estar, eu amanhã, propósito

Melhore a sua qualidade de vida, gerenciando o stress!

Falar que conseguimos viver sem stress é algo bem desafiador. Isso porque não podemos deixar de considerar a realidade em que vivemos hoje, mas acredito que seja possível administra melhor nossas emoções e com isso viver em um nível de stress mais baixo e aceitável.

Pense que o stress é um efeito físico produzido em nosso corpo. É a somatória de respostas físicas e mentais causadas por fatores externos. Estes fatores impactam em nosso corpo emocional desencadeando emoções e sensações desagradáveis. O acúmulo e repetição destas emoções como ansiedade, desmotivação, preocupação, angústia, etc. acabam por gerar o stress.

Olha que interessante: o termo stress foi tomado emprestado da física, que designa a tensão e o desgaste a que estão expostos os materiais. É uma definição bem adequada, pois é isto mesmo que começa a acarretar em nosso corpo: desgaste, cansaço, exaustão. Física, emocional e mental.

Sabendo disso, é preciso atuar sobre as causas do stress. Por isso, o primeiro passo destas medidas que podem ajudar na administração do stress é exatamente esse:

  • Identifique a(s) causa(s) e avalie a viabilidade de eliminá-la(s), ou se não for possível, se faça a seguinte pergunta: o que eu posso fazer para reduzi-la(s)?

  • Reflita sobre alternativas. Eliminar a causa é sempre a melhor opção, porém às vezes não vemos alternativas. É importante sempre refletir e repetir esta reflexão, pois muitas vezes não conseguimos enxergar possibilidades em um momento, mas em outro é possível. Sempre existe alternativas, o problema é que nem sempre estamos dispostos a pagar o preço para mudar e adotar a alternativa possível. Avalie cada possibilidade, sem censura, sem reservas.

Se mesmo assim, a(s) causa(s) ainda permanecer, podemos procurar amenizar o stress. Veja estas dicas:

  • Aprenda a respirar adequadamente. Sabemos que as emoções influenciam o nosso estado físico e consequentemente a nossa respiração. As emoções que desencadeiam o stress alteram o nosso padrão respiratório, tornando-o ofegante, curto, torácico. Da mesma forma, se atuamos na nossa respiração, conduzindo-a, promovemos um impacto em nosso corpo físico denso e dessa forma podemos conduzi-lo para um patamar em que há menos influência destas emoções prejudiciais e com isso menos stress. Há muitas técnicas respiratórias que podem auxiliar, mas a simples condução do padrão respiratório para o seguinte nível já auxilia:

– Respire utilizando as narinas apenas.

– Respire utilizando a região abdominal – quando o ar entra, o abdômen se dilata, quando o ar sai, o abdômen se retrai.

– Prolongue a respiração, quanto mais lenta ela for, melhor. E procure fazer a expiração sempre mais longa do que a inspiração. Experimente por exemplo: contar até 2 lentamente ao inspirar e expirar contando até 4 ou 6.

  • Incorpore uma atividade de lazer. Inclua na sua rotina semanal uma atividade que te dê prazer e que seja apenas para você. Pode ser um hobbie, algo que trabalhe sua criatividade, uma atividade esportiva, um momento de leitura, contato com a natureza, enfim, qualquer atividade que você tenha a sensação de que está fazendo para você, apenas para o seu deleite, porque você gosta. É interessante que seja uma atividade que te coloque em produção, ficar deitado no sofá não vale.

  • Pratique uma atividade física. Estudos dizem que ao praticarmos pelo menos 30 minutos de atividade física, ocorre a liberação em nosso corpo de uma substância chamada endorfina.  A endorfina é uma substância natural produzida pelo cérebro durante e depois de uma atividade física que regula a emoção e a percepção da dor, ajudando a relaxar e gerando bem estar e prazer. Ela é considerada um analgésico natural, reduzindo o stress e a ansiedade, aliviando as tensões. Então, mexa-se!

  • Pratique meditação. A técnica de meditação conduz a diminuição das ondas mentais. Quando diminuímos a atividade cerebral, nos colocamos em um estado de maior estabilidade. Estabilidade é o oposto de confusão, de diversidade, estados em que a nossa mente se coloca quando estamos sob o efeito das emoções, principalmente as emoções citadas no texto. O efeito desta técnica é acumulativo e precisa de regularidade e constância. Por isso, comece reservando 2 minutos por dia, subindo para 5 minutos depois de um tempo e assim, gradativamente até atingir 20 minutos. Mas, se você não tiver 20 minutos, 5 minutos já serão bem interessantes. E quem não tem 5 minutos disponíveis?

  • Relaxe. Reserve um tempo na sua agenda, mesmo que semanal, para realizar alguma atividade de relaxamento. Talvez você já tenha uma atividade que te coloca num patamar de descontração muito bom, talvez você ainda tenha que descobrir. Algumas pessoas gostam de ouvir um determinado tipo de música, outras gostam de passar um tempo contemplando a natureza, outras gostam de técnicas de massagem, é importante que seja uma atividade que te coloque em um estado de descontração muscular, nervosa, emocional e mental. Portanto, atividade esportiva não vale aqui. Eu utilizo técnicas de descontração do Yôga, que são bem profundas e tem um impacto não apenas de relaxamento. Experimente e escolha a sua!

    Você encontrará aqui no site alguns áudios de respiração e descontração com técnicas que podem te ajudar, acesse aqui e confira!

Baixe o GUIA DEFINITIVO DE MEDITAÇÃO

e encontre o método perfeito para você, SEM

que você precise sair de casa ou ter muito

tempo para praticar (apenas 7 minutos por dia!)

meditação, como meditar, mais concentração, mais foco, mais produtividade, como aprender a meditar, onde meditar

Faça a sua escolha e inclua a meditação de vez em sua vida!

1 Comment

  1. Gostei mto do material e o stress é o meu maior problema, mas estou conseguindo gerenciar melhor minhas emoções, com a meditação, com leituras que gosto, ouvir músicas que me acalmam e ouvir os áudios que vc me mandou. 💋

Deixe uma resposta

*

© 2019 eu, amanhã

Theme by Anders NorenUp ↑