E pode fazer por você!

A princípio eu não queria falar sobre este tema aqui, pois já é um tema muito comentado, cheio de estereótipos e com muitas pessoas colocando conceitos e técnicas que não são autênticas, muitas vezes nem produzem resultados e só contribuem para tornar o tema  mais obscuro e polêmico.

Mas, quando penso na minha evolução até aqui, fica impossível não falar sobre isso e dizer: pratique.

Eu acredito na construção de hábitos. Todo processo de construção de um novo hábito não é fácil, causa estranheza no início, às vezes até indisposição, mas com o tempo ocorre a assimilação pelo organismo e o novo hábito torna-se natural e prazeroso. Com a meditação é o mesmo. Mas, para isso, é preciso prática, dedicação e disciplina. E antes de tudo, você precisa querer. Não há hábito que se construa sem intenção.

Após um tempo de prática e, infelizmente, não estou falando de dias, estou falando de meses, comecei a perceber que coisas começavam a acontecer: eu comecei a me comportar diferente no meu dia. Quanto mais eu praticava, diariamente, mais se tornava fácil selecionar no que eu queria me concentrar e por quanto tempo queria me manter concentrada. Posso dizer que o ponto de partida foi o aumento da concentração – já que este é o início da meditação. Porém, através dela foi possível acessar outros caminhos:

* ampliei a percepção de mim mesma (meus corpos físico, energético, emocional, mental);

 * adquiri mais qualidade em tudo o que faço, pois estou mais presente no que estou fazendo;

 * além de ganhos de produtividade, organização, serenidade, que são decorrentes.

Por isso, vale a pena!

Sei que o caminho ainda é longo, mas ele precisa ser começado em algum momento. E mesmo no início já é possível notar resultados impactantes no desempenho de diversas atividades.

Imagine que seja possível diminuir pelo menos um pouco do impacto que recebemos de um mundo altamente globalizado, conectado, multitarefas e com abundância de informação. Que consigamos focar em um pensamento, sem deixar que outros interfiram. Que nos sintamos mais capazes de nos concentrar em uma atividade. Que consigamos ampliar os momentos em que estarmos verdadeiramente presentes e que nos permitamos ouvir o outro, porque realmente nos interessamos pelo que ele tem a dizer. A meditação nos possibilita isso. E isso é só uma parte. É só uma das técnicas possíveis para aprimorar a nossa performance. Já vale a pena, não?

Baixe o GUIA DEFINITIVO DE MEDITAÇÃO

e encontre o método perfeito para você, SEM

que você precise sair de casa ou ter muito

tempo para praticar (apenas 7 minutos por dia!)

meditação, como meditar, mais concentração, mais foco, mais produtividade, como aprender a meditar, onde meditar

Faça a sua escolha e inclua a meditação de vez em sua vida!