Esforce-se para se concentrar no momento presente. Não no futuro, nem no passado.

No Yôga, durante toda a prática, mas especialmente nas técnicas corporais (porque eu sinto que é mais fácil ocorrer a dispersão) procuramos todo o tempo estar 100% presentes no que estamos fazendo. Diversos fatores promovem isso: a respiração, a concentração direcionada e a atitude interior. Um dos meus objetivos é trazer a prática cada vez mais para o meu dia a dia. Por isso procuro trazer esse conceito presente na minha vida, o conceito de estar 100% presente em tudo o que estou realizando, e é sobre isso esse texto.

É muito comum e provavelmente você já deve ter passado por experiências assim: quando estamos vivendo algo muito agradável o tempo voa, 4 horas parecem minutos e o oposto também é verdadeiro, a espera por alguém querido que está em um processo cirúrgico, fazem minutos parecerem horas. Isso porque quando algo é muito agradável tendemos a dispersar, a relaxar e não nos concentramos muito no que estamos vivendo. Ou seja, não estamos totalmente presentes. Além de às vezes, dividirmos a vivência do momento presente com pensamentos sobre o que temos que fazer, sobre o futuro, ou sobre o que nos aconteceu horas antes, dias antes, meses antes até.  O resultado disso é essa sensação de que o tempo passou e não percebemos. O tempo passa a ser flexível, ser relativo.

“Ouça mais as pessoas. Contemple o ambiente em
que você está. Sinta os aromas.
Use todos os seus sentidos em cada momento.”

E quando ao invés de ocorrer a expansão (como a que ocorre em momentos menos felizes) e só acontece a sensação de retração do tempo, muitas vezes, infelizmente, temos a percepção de que não vivemos. “Puxa! Como o seu filho cresceu? Cresceu mesmo, não é? Nem percebi, quando vi, ele já estava grande assim…”

Então, no meu ponto de vista, estar presente o tempo todo é fundamental. Não apenas para ampliar a sensação de “viver”, mas para viver mesmo. Usufruir de cada momento seja ele qual for. Estar atenta às reações do ambiente e das pessoas, estar atenta às reações que o seu corpo produz em cada situação. Ouvir mais as pessoas. Contemplar o ambiente em que você está. Sentir os aromas. Usar todos os seus sentidos em cada momento. Isso para mim é viver.

Ah! Mas você deve estar pensando: “ela faz isso o tempo inteiro?” Eu te respondo: não, ainda não. Como disse no início, ainda estou tentando trazer a minha prática para todas as 24 horas do meu dia. Mas, justamente porque faço em vários momentos e aumentando, é que percebo a diferença que isso representa e acho fundamental incluir esse comportamento na nossa vida.

A qualidade das suas atitudes para aumentar.  A qualidade das suas relações vai melhorar. A compreensão do seu interior vai ampliar. A sensação de vida presente vai amplificar. Experimente. Viva 100% presente.

Há um outro texto que aborda esse assunto sobre outro aspecto, vai lá conferir: pequenos momentos.

Baixe o GUIA DEFINITIVO DE MEDITAÇÃO

e encontre o método perfeito para você, SEM

que você precise sair de casa ou ter muito

tempo para praticar (apenas 7 minutos por dia!)

meditação, como meditar, mais concentração, mais foco, mais produtividade, como aprender a meditar, onde meditar

Faça a sua escolha e inclua a meditação de vez em sua vida!