valores, alta performance, autoconhecimento, qualidade de vida, coaching,

 

Por em prática seus valores pode te proporcionar uma vida mais feliz, mais motivação e consciência.

Passe os olhos pelas postagens nas redes sociais. Não raro você encontrará aqueles que fazem menção a comportamentos, conceitos, frases, pensamentos que carregam diversos valores: sinceridade, ética, transparência, honestidade, positividade, entre muitos outros. Lembra-se? É bem possível que você já tenha lido algum e pensado: “é isso mesmo!”.

Se eu te perguntar quais são os seus valores você saberia me dizer? Quantos são? Se fosse colocar numa escala, quais os mais importantes? E se eu pedisse para me dizer quais deles você sinceramente vê aplicado em sua vida. De verdade. Pense.

Conhecer nossos valores tem dois pontos importantes:

  • O primeiro porque faz parte de um processo de autoconhecimento, é parte fundamental para saber o que é importante para você e para entender alguns dos comportamentos que tem, que quer mudar, para o seu desenvolvimento pessoal.

  • O segundo é saber se o que você faz hoje condiz com o que você valoriza. Isso pode indicar em alguns casos, uma dissonância tão grande, causadora de infelicidade.

Mas, convenhamos, ao fazer isso, seja sincero com você mesmo. Todos achamos muito bonito e louvável alguns valores, mas respostas padrão não vão funcionar. Ética, respeito, transparência, entre outros, são valores básicos, formadores de caráter. Porém, vão indicar muito pouco no sentido do que estamos falando. Fundamental é descobri r os valores que são essenciais para que você seja mais feliz. Estamos falando daqueles valores que você precisa para se sentir feliz e não de frases de efeito do facebook. São pontos que podem desequilibrar o seu emocional, se não estão presentes. Podem te confundir na hora de estabelecer objetivos e metas. E podem te deixar infeliz.

Uma vez identificados os seus valores, passe para o segundo ponto e observe as suas ações. Como é o seu comportamento perante os primeiros. Pense no quanto eles são harmoniosos ou não. Os seus comportamentos refletem os seus valores?  Identifique o que precisa ser ajustado e como irá fazer isso.

Eu descobri que para mim liberdade é fundamental. E percebi que não me sentia livre em diversas situações, algumas pequenas, outras mais significativas. Pequenos comportamentos meus foram se acumulando e gerando essa situação, ou seja, eu mesma provoquei, eu me coloquei numa situação que agora me chateava muito. É possível que muitos de nós, ou a maioria sinta necessidade de liberdade, mas alguns convivem melhor do que outros com a sua falta.  Essa medida para qualquer valor que lhe seja fundamental é você quem vai saber.

O quanto de cada valor está presente na sua vida e qual é a quantidade mínima necessária? Lembre-se, que talvez alguns tenham um limite, pois podem ser conflitantes no estilo de vida que escolheu. Vou voltar ao meu exemplo, se a liberdade para mim é importante, eu vou ter que balanceá-la com a vida que escolhi (ser casada e com filhos), porque há uma intersecção entre valores, entre a liberdade e outros que estão relacionados à minha família. Então, eu não posso ter liberdade em sua totalidade, mas eu posso configurar algumas situações de forma que eu preserve a sensação de ser livre e não atrapalhe os outros valores.

Deu prá entender? Então agora, ponha em prática, pegue papel e caneta e escreva os seus valores e reflita sobre a atuação neles. Comece a mudar. Mudar sua vida, mudar de vida.